Cambio CVT é Bom? Saiba Como Funciona

A Continuously Variable Transmission, cuja a tradução é Transmissão Continuamente Variável, se refere a uma transmissão automática que não possui uma limitação em relação às marchas. O sistema possui duas polias que são ligadas por uma corrente, cuja a movimentação cria uma marcha correta de acordo com a necessidade do veículo. Assim, o câmbio CVT não possui 5 ou 6 marchas, como a maioria das outras caixas de câmbios tradicionais. Os veículos com CVT trocam a marcha de acordo com a velocidade aplicada, sem que as engrenagens sejam fixas e limitadas pelas rotações do motor.

Logo, em um câmbio CVT, o motorista não precisa trocar a marcha constantemente, como feito nos câmbios manuais. E, em relação aos outros carros com transmissão automática, os com CVT possuem diferentes marchas de acordo com as circunstâncias, devido as polias com diâmetros distintos. Logo, a marcha sempre será a adequada para o momento. Assim, este câmbio é muito bom, devido a este e outros motivos.

Câmbio CVT

Como mencionamos, a tradução da sigla é CVT é Transmissão Continuamente Variável. Os veículos que contam com este câmbio conseguem funcionam sempre de forma linear, sem que ocorram oscilações nas rotações na hora de passar a marcha. O sistema CVT é formado por duas polias, cujo os tamanhos são diferentes. E, também, por uma corrente dupla de aço, que interliga as polias.

O CVT permite que hajam rotações infinitas e ilimitadas entre a relação destas peças. Logo, o veículo não fica limitado a apenas algumas marchas e à rotação do motor, de forma que ele funciona de acordo com a necessidade de aumento ou decrescimento da velocidade.

Saiba como funciona a Transmissão Continuamente Variável.

A Transmissão Continuamente Variável, ou CVT, proporciona a variabilidade do motor e a possibilidade deste funcionar de acordo com necessidade, sem a limitação de engrenagens ou marchas.

Quais são as vantagens?

Uma das vantagens do CVT é que este câmbio opera em todas as rotações do motor, o que torna a condução do veículo mais suave e sem interrupções. Como este sistema não utiliza engrenagens fixas, não acontecem os engasgos tradicionais nas trocas de marcha, como nos carros de câmbio manual.

Ainda, a aceleração do carro, com o câmbio CVT, é constante e previsível, o que torna sua dirigibilidade mais segura e confortável. Também, consumo de combustível é mais eficiente neste câmbio automático, pois as trocas de marcha são feitas por um sistema de transmissão continuamente variável, que sempre trabalha de acordo com a necessidade do motor, na rotação adequada. Logo, não há a variável de comandos do motorista, o que evita excessos e garante o melhor funcionamento e autonomia.

Quais são as desvantagens?

Como todo sistema, além das vantagens, o câmbio CVT também oferece desvantagem. Neste caso, a direção do veículo torna-se monótona, visto que não é necessária a passagem de marcha, e que a aceleração sempre será constante e feita de forma gradual.

Logo, as pessoas que gostam da sensação de controle do veículo e de aceleração provavelmente não irão agradar do CVT, visto que a “emoção” sentida em conduzir um carro conforme suas vontades de troca de marcha é eliminada.

O CVT é bom?

Por fim, chegamos à pergunta final, em que realmente iremos atestar se este câmbio é bom. E, sim, este é melhor sistema de transmissão, visto que confere aceleração constante, direção suave, economia de combustível, eliminação dos engasgos e falhas na troca de marcha, conforto e também ausência de ruídos na hora de dirigir.

Hoje em, diversos carros estão disponíveis no Brasil com este sistema de câmbio. Algumas montadoras até mesmo deixam à escolha do cliente a inclusão deste sistema na hora da compra. A Honda, por exemplo, oferece os modelos Fit, City, WR-V e Civic com transmissão CVT de fábrica ou opcional.

Outras montadoras que possuem modelos de veículos com CVT no Brasil são a Jac Motors, Lexus, Lifan, Mitsubishi, Nissan, Renault, Subaru e Toyota.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *