Câmbio Manual Automatizado: Vale a Pena?

Em um cenário em que ficou comum que os motoristas busquem mais conforto no momento de dirigir, os câmbios automáticos e automatizados ganharam muito espaço. Assim, muitas pessoas têm optado por carros com esses sistemas, tirando do motorista a responsabilidade de trocar as marchas.

Entretanto, muitas pessoas ainda confundem o sistema de câmbio manual automatizado com o automático, achando que são a mesma coisa, e que funcionam do mesmo jeito, o que não é verdade.

No final das contas, ambos acabam cumprindo a mesma função, já que eliminam a necessidade de o motorista realizar as trocas de marchas, com o próprio sistema realizando a leitura e as mudanças, sempre de acordo com o mais adequado para cada situação.

Porém, o funcionamento e mesmo os resultados de cada um são bem diferentes, o que torna extremamente importante saber essas diferenças antes de escolher, até mesmo para não optar por um carro com câmbio manual automatizado achando que está comprando um automático.

Funcionamento

Como já dito, muita gente confunde, e acaba comprando um veículo com câmbio manual automatizando imaginando o mesmo funcionamento de um câmbio automático.

No sistema automático, o sistema de transmissão é responsável pelas trocas de marchas, detectando a relação entre a rotação do motor e a velocidade, e realizando automaticamente a mudança, sempre que necessário. Não há embreagem, com um conversor de torque ao invés disso, que automaticamente muda a posição das engrenagens, realizando a troca das marchas. Ou seja, as trocas são realizadas sem qualquer interferência do motorista, sempre mantendo a rotação constante, sem trancos, sendo totalmente imperceptíveis.

cambio-automatizado

Veja como funciona o sistema de câmbio manual automatizado.

Já o sistema manual automatizado, também chamado de semi-automático, é, basicamente, um câmbio manual tradicional, porém com dois autuadores, um que realiza a função do pedal da embreagem, e o outro que realiza as trocas de marcha em si. O sistema analisa os parâmetros de rotação, carga, freio, velocidade e define se há ou não a necessidade da mudança da marcha.

Resumindo, o câmbio automatizado é um misto de transmissão automática com a mecânica, já que os componentes são semelhantes ao do câmbio manual, porém sem o pedal da embreagem, tirando do motorista a responsabilidade de trocar as marchas.

No mercado atual, as grandes montadoras têm oferecido este câmbio em seus carros: A Fiat com o Dualogic, Chevrolet com o Easytronic, VolksWagen com o bom I-Motion e o a Ford com o novo PowerShift que é um automatizado de dupla embreagem.

Vale a pena?

O sistema de câmbio manual automatizado tem seus pontos positivos e negativos, que devem ser considerados por quem deseja optar por esse tipo de transmissão para seu carro.

Entre as principais vantagens, com relação aos câmbios automáticos, está o preço. Carros com o sistema de câmbio automatizado são consideravelmente mais baratos, oferecendo mais conforto do que se você comprar um carro manual. Além disso, a manutenção é mais simples, fácil e barata, se comparado às transmissões automáticas.

Como ponto negativo, está uma maior dificuldade para o motorista usar o sistema, com as trocas no sistema automático sendo muito mais suaves e precisas, o que gera um conforto muito maior do que com o câmbio automatizado. Além disso, tem os famosos trancos que por vezes ocorrem nas trocas de marcha no sistema automatizado.

Sendo assim, o fato de valer ou não a pena depende do quanto o motorista está disposto a investir. O sistema automático funciona melhor, e gera um maior conforto e facilidade no momento de usar, porém é mais caro, e tem manutenção mais complicada, além de um consumo maior de combustível.

Se dinheiro não for problema, opte pelo câmbio automático. Mas se você quer deixar as trocas de marcha para trás, tendo maior conforto ao dirigir do que com um carro manual, mas sem gastar tanto, o cambio manual automatizado pode ser uma boa opção.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *