O que é Bieleta? Por Que Ela Quebra?

Para que um veículo mantenha o seu bom funcionamento, é preciso prestar atenção em todas as suas peças, se certificando de que não há corrosão, fissuras, defeitos, dentre outras características prejudiciais. Algumas peças, caso sofram algum problema, prejudicam menos o funcionamento geral, visto que o seu mal desempenho não será tão impactante. Porém, outros componentes, como a bieleta, devem ser preservados e receber muita atenção, pois caso sofram danos, eles interferem no desempenho total do veículo.

A bieleta é uma peça fundamental para manter a estabilidade do veículo. Ela é fixada na barra estabilizadora, e funciona como um componente da suspensão. A bieleta é uma articulação, que liga a barra estabilizadora até a suspensão. Assim, a peça transfere a força dinâmica das curvas, transmitindo movimentos compensatórios. Algum dano pode ocorrer nela, como por exemplo sua quebra, quando há problema na fixação, ou quando a peça é de má qualidade. Abaixo iremos falar mais sobre a bieleta, confira.

Bieleta

A bieleta é uma das peças mais importantes no que se trata do sistema de suspensão do carro. E, consequentemente, é um componente muito importante para o funcionamento geral dos veículos, visto que a suspensão é a responsável por manter a estabilidade. Visualmente, a bieleta se caracteriza por ser uma fina barra de ferro, que possui dois fixadores em cada extremidade. Este fixadores são utilizados para ligar a barra estabilizadora à suspensão do veículo, por meio de buchas ou pinos esféricos.

A barra estabilizadora, como o seu nome sugere, é uma peça que visa trazer a estabilidade para o veículo, quando este está na estrada. Assim, a bieleta transmite para a barra as forças dinâmicas que são recebidas em curvas, da suspensão, forçando com que o veículo permaneça em contato com o solo.

Saiba como funciona a bieleta

Pode ver acima a imagem da bieleta, uma peça que se caracteriza por ser uma haste de metal com dois fixadores nas extremidades.

Logo, a bieleta funciona como parte de um sistema compensatório, que, na realização de curvas, auxilia a estabilidade do veículo, para que seu contato com a superfície seja melhorado. Ainda, em algumas situações, esta peça atua proporcionando os movimentos de convergência e divergência das rodas.

Por que a atuação da bieleta é importante?

Muitas pessoas não se atentam à manutenção da bieleta, e até mesmo podem desprezar problemas que ocorrem nesta peça. Porém, deve-se ter em mente que a bieleta é de extrema importância para o funcionamento do veículo.

Como mencionamos, a bieleta atua em conjunto com a suspensão do veículo e com a barra estabilizadora, realizando transmissões de força que proporcionam a estabilidade e dirigibilidade. Isso é de extrema importância, pois evita que ocorram acidentes em curvas, já que a bieleta “força” o carro a permanecer em contato com a superfície pela qual está sendo dirigido.

Caso a bieleta não esteja realizando a sua função, o carro não terá esta compensação de forças nas curvas, o que pode ocasionar acidentes ou mesmo o danificação de outras peças.

Por que a bieleta quebra?

Como a maioria das peças dos carros, a bieleta também pode quebrar. Os principais sintomas que indicam os danos nesta peça são estalos, ruídos, rangidos e sons de metal batendo em alguns locais. Abaixo iremos falar sobre alguns dos motivos que podem ocasionar a quebra da bieleta do seu carro, confira.

Fixação apertada: Assim como podem haver problemas caso as extremidades da bieleta estejam com folgas, causando a soltura desta peça, a fixação muito apertada dela também é prejudicial ao funcionamento do sistema do qual faz parte. Se ela estiver muito apertada, a bieleta pode quebrar, devido à força excessiva sob a qual é colocada.

Para evitar este tipo de situação, pode-se usar a trava química, que é uma cola anaeróbica. Esta cola preenche os espaços da rosca, não deixando ficar solta e também evitando que ela seja apertada de forma excessiva.

Deformação: A deformação da bieleta pode ocorrer devido à má qualidade da peça ou mesmo pelo desgaste, que acontece com o tempo. Por isso, é sempre importante optar por fabricantes conhecidos no mercado, para que a peça tenha a qualidade reconhecida, e não se deforme facilmente. Ainda, é preciso sempre realizar manutenção e estar atento à condição da bieleta, para que ela não fique desgastada e funcione mal no veículo.

Um perigo da deformação e desgaste é que a bieleta se rompa, e atinja o pneu. Isso pode furar o pneu, e causar gaves acidentes nas estradas.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *