Como Lavar a Moto? Que Tipo de Sabão Usar e Como Encerar?

Para manter sua moto conservada esteticamente e com um bom funcionamento, é preciso estar atento à manutenção do veículo. E, a manutenção não se refere somente à mecânica, mas também à limpeza. Estes cuidados com a moto contribuem para que, futuramente, ela possa ser vendida por um bom preço. Logo, é necessário lavar a moto da forma correta, usando produtos que sejam adequados e que não apresentem substâncias agressivas.

Na hora de lavar a sua moto, utilize um sabão neutro e água em abundância, mas com jatos controlados. Uma opção barata e eficiente, sem ser prejudicial, é o sabão de coco. Em relação ao enceramento, este pode ser feito com spray, apesar do efeito não durar muito tempo, e também com cera líquida não abrasiva. E, além de se atentar aos produtos, também se certifique de lavar a moto da forma correta, tomando cuidado com a parte mecânica.

Como lavar moto e quais produtos usar?

Abaixo iremos dar um tutorial detalhado de como lavar sua moto, de forma segura e que não prejudique o funcionamento do motor.

Mova a moto para uma área coberta: É importante que tanto na hora da limpeza quanto quando for guardar a moto, que ela fique em um local coberto, protegida dos raios solares, vento ou chuva. Assim, evita-se que a pintura e o metal sofra avarias. Ademais, é preciso evitar que os produtos de limpeza sequem e causem manchas na pintura. Antes de começar a lavagem, se certifique de que o motor esteja frio.

Comece a limpeza: O ideal é que a limpeza seja feita de cima para baixo, deixando a água escorrer das laterais para rodas e partes inferiores. Primeiramente, jogue um pouco de água, controladamente, para que não caia em locais perigosos, como o motor.

Saiba como lavar a sua moto.

É recomendado utilizar uma esponja macia, como exposto na foto, para lavar a moto.

Utilize um pequeno balde, uma bucha macia ou esponja, e também um sabão neutro. É recomendado que se use um sabão líquido, pois este é mais fácil de ser utilizado. Na lavagem, dê preferência para ensaboar as partes que possuem mais resíduos. Comece pelo painel e pelas lentes, e depois avance para o banco, rabeta e placa.

Nas partes mecânicas, que possuam graxa e outro tipo de sujeira impregnada, utilize escova com cerdas mais grossas e firmes. Caso o seu sabão não consiga tirar toda a graxa, passe o querosene.

Enxague: É imprescindível que a sua moto não permaneça com sabão por muito tempo, pois ele pode secar e manchar a pintura. Assim, quando acabar de ensaboa-la, enxague-a. Porém, tome cuidado para que os jatos de água não atinjam o escapamento, partes eletrônicas e de injeção.

Seque: Para secar as partes plásticas e superiores, pode-se utilizar uma flanela seca. Porém, para secar as partes mecânicas, terá que esperar algum tempo ou mesmo dar uma volta para que seque naturalmente.

Lubrifique: Após a lavagem, a moto terá que ser lubrificada com um óleo desengripante. Passe o produto, em spray por toda a extensão da corrente e também no cabo de embreagem.

Trate as rodas: As rodas também são uma parte da moto que deve ser bem cuidada, para prevenir acidentes. Não passe produtos oleosos na parte que toca o chão, pois eles podem proporcionar que a moto derrape mais facilmente. Pode-se utilizar um silicone para passar lateralmente, com uma flanela ou esponja.

Encere e hidrate: Comece a encerar a moto, utilizando um produto que não seja abrasivo. Os melhores produtos são em forma de spray ou líquido. Porém, o spray tem curta duração, apesar de ser fácil de aplicar, e por isso deve ser utilizado quando a limpeza da moto é feita semanalmente. Não utilize os produtos que são nomeados como “polidores” ou “ceras de limpeza”, pois estes podem danificar a moto.

Ademais, o couro do assento ou o material sintético deve ser hidratado. Use um óleo essencial, que não esteja em excesso, para o couro. Ainda, usando um algodão, passe um produto adequado na parte plástica.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *