Quais os tipos de óleo de motor?

Para que um motorista possa descobrir qual deve ser o óleo a ser colocado em seu veículo é muito simples: basta que para isso ele tenha em mãos o manual do carro. Lá haverá a especificação de qual óleo o motor precisa seguindo especificações do fabricante.

Além disso, existem marcas no próprio carro ou tabelas de fabricantes que podem indicar até mesmo a marca desejável de uso para que o carro apresente menos falhas possíveis neste quesito. Mas você sabe qual a diferença entre os tipos de óleo para motos? Veja aqui:

Tipos de Óleo

Óleo Mineral: O óleo mineral consiste em um lubrificante mais comum utilizado no mercado automotivo, além de possuir um custo menor devido à sua origem, são fabricados por marcas de renome. O óleo mineral é resultado da transformação natural de alguns componentes derivados do petróleo. Sua característica principal é que ele consistem em um óleo com menos viscosidade e com menos tolerância a altas temperaturas.

Por isso, é importante estar atento se essa é a melhor opção para o veículo, levando em consideração que a economia na qualidade do produto pode custar muito caro.

oleo motor

Diferentes tipos de óleo têm características distintas

Este tipo de óleo possui uma boa funcionalidade em praticamente todos os carros nacionais do nosso mercado. Porém seu preço acessível leva em consideração a sua menor durabilidade. Em geral este tipo de óleo deve ser trocado a cada 5 mil quilômetros rodados.

Óleo Sintético: O óleo sintético consiste em um produto fabricado em laboratório, e através de reações químicas de outros compostos. Se comprado ao óleo natural, o óleo sintético tem uma composição mais pura e, por isso, ele tem boas reações se levado a qualquer temperatura ou condição. Ele pode durar até 20 mil quilômetros.

Este tipo de óleo em geral pode ter uma durabilidade maior, sua indicação é para quem anda longas distâncias todos os dias.

Óleo Semissintético: Ó óleo semissintético é o resultado da mistura entre a base sintética e a mineral. O seu diferencial é que ele consegue se prender às partes do motor impedindo que elas tenham atrito.

Neste sentido, este tipo de óleo possui características dos dois tipos de lubrificantes: tanto o natural, como o sintético. Porém sua durabilidade é menor do que a de um sintético durando cerca de 8 mil quilômetros.

Este tipo de óleo é indicado a motores que possuem altas rotações.

Quais os cuidados que se devem ter em relação à troca de óleo do motor?

A escolha do óleo do motor deve levar em consideração alguns fatores que dizem respeito à forma de uso do carro, o tamanho dele, bem como são realizadas suas revisões. Tudo isso garantirá ao proprietário do veículo a compra e troca adequada do óleo. É válido ressaltar que a mistura dos óleos podem resultar em casos desastrosos para o veículo, por isso, para que a troca de óleo possa ser realizada é preciso que um serviço especializado seja contratado.

Além disso, o motorista deve ficar atento ao período de troca de óleo do seu carro. Todo veículo costuma possuir uma etiqueta na parte superior do canto esquerdo do vidro do carro onde a data de quilometragem é indicada conforme o tipo de óleo e a quilometragem em que foi trocado. É preciso respeitar esta informação trocando o óleo no tempo certo, pois, caso o prazo exceda e seu carro continue rodando com o óleo vencido, o veículo corre o risco de fundir o motor, e então o prejuízo será bem maior do que o valor de uma simples troca de óleo.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *