Militec e Outros Redutores de Atrito Funcionam? Vale a Pena?

Um dos grandes problemas que os donos dos automóveis enfrentam é o consumo exacerbado do combustível por parte do veículo, devido ao modelo em si ou algum outro problema. Este consumo ocasiona gastos exagerados, cujo o dono do automóvel tem que arcar. Ademais, existem também outros problemas que os veículos podem apresentar, como o desgaste das peças, ruído e vibração exacerbados, emissão exagerada de poluentes, etc. Para reduzir estas questões, são comercializados o redutores de atrito, que, como o nome indica, também reduz os atritos.

Porém, mesmo tendo conhecimento deste produto que podem lhes auxiliar, os donos de carros hesitam em o adquirir, com receio de que sejam apenas algum produto que não cumpre com o proposto. A finalidade principal dos redutores é diminuir o atrito entre as peças, o que repercute em todo o veículo. Abaixo iremos falar mais sobre, confira.

Como funcionam os redutores de atrito?

Os redutores de atrito, como o Militec, são produtos que tem como objetivo aprimorar a performance e a vida útil das peças metálicas dos carros. Assim, reduze-se o atrito, os ruídos e os desgastes das peças. Devido a isto, as peças duram por mais tempo e também atuam de forma mais correta, repercutindo positivamente no funcionamento geral do veículo.

Estes produtos possuem óleos, mas eles têm como finalidade apenas se espalhar por todo o carro, pois os óleos em si não interferem na ação dos redutores. Após se espalhar, o produto cria uma película nas superfícies, realizando o endurecimento e proteção das peças.

Saiba como funcionam os redutores de atrito

O Militec é um dos redutores de atrito mais populares.

Inicialmente, como falado, os redutores de atrito só realizam a ação de construir a película nas peças, proporcionando um alisamento e proteção. Com o tempo, este efeito ocasiona o melhor funcionamento do motor, diminuição da temperatura de funcionamento, os ruídos, a vibração e também o consumo de combustível. Porém, é preciso mencionar que o consumo não é reduzido de forma tão significativa.

Praticamente todos os produtos de redução de atrito possuem o mesmo objetivo e ação. Entretanto, as composições podem ser diferentes, de acordo com a marca, assim como a durabilidade. De forma geral, é feita uma aplicação a cada duas trocas de óleos do motor.

Algo interessante de ser mencionado é que cada marca possui as suas especificações. Deve-se verificar nas instruções da embalagem quais são os usos indicados para o produto. Alguns, por exemplo, podem não ser recomendados para passar na caixa de transmissão automática. Visto isso, como cada frasco custa de R$ 70,00 a R$ 90,00 deve-se optar pelo produto que possui mais utilidades e pode ser passados em mais locais.

Militec

O Militec é um dos redutores de atrito mais famosos no mercado, e virou febre devido aos feedbacks positivos dados por quem o utilizou. Segundo o fabricante, o Militec -1 não substitui o óleo lubrificante, e apresenta poder antioxidante, alta estabilidade e também a ação lubrificante. O produto possui uma cor dourada, e certa viscosidade. Ainda, mesmo que seja adicionado ao óleo, ele não é uma aditivo. O Militec não modifica as propriedades do óleo, é estável sob a ação térmica e não-corrosivo. Visto isto, o Militec funciona como quaisquer outros redutores de atrito, a diferença é que ele possui a sua qualidade comprovada por grande parte do público automobilístico.

Vale a pena?

Por não ser um produto barato, muitas pessoas pensam duas vezes antes de comprarem os redutores de atrito. Os mecânicos e outros profissionais da área recomendam a sua utilização, visto que reduz o atrito, o desgaste das peças, etc. Mesmo que o produto não diminua o consumo de combustível de modo significativo, ele irá preservar as peças de forma incontestável. Então, caso tenha condições, vale a pena comprar o redutor e o suar, já que o seu gasto não é exacerbado.

Abaixo, veja um vídeo de demonstração da utilização do redutor de atrito.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *