Como descobrir defeito no Alternador: 5 dicas

O alternador tem como principal função transformar, através de uma corrente eletromagnética, energia mecânica em energia elétrica, permitindo que diversos itens do carro tais como ar condicionado, vidros elétricos e sensores de estacionamento funcionem de maneira adequada.

Porém, quando o alternador apresenta algum tipo de defeito, todo o sistema fica comprometido. Na maioria das vezes, o proprietário do veículo não sabe o que de fato acontece nele, porém, algumas dicas fazem toda diferença e ajudam a identificar rapidamente o problema.

Dica 1 – Fique atento aos cheiro de queimado

Em carros mais velhos, muitas vezes o condutor não dá atenção ao cheiro de queimado. Muitas vezes, este cheiro vem da queima do óleo indevida, porém, o condutor se acostumou com ele. Entretanto, o mau funcionamento do alternador pode fazer com que a parte elétrica do sistema cheire a queimado também.

Para que o condutor possa saber o que está acontecendo com seu veículo, é necessário que ele verifique se o regulador se encontra no limite máximo de tensão durante a carga.

Caso isso ocorra, pode ser sinal de que existe uma sobrecarga na bateria e nos componentes eletrônicos. A tensão da bateria deve sempre estar por volta de 13,8 Volts a 14,4 Volts, acima disso, o sistema pode apresentar problemas.

Dica 2 – Falta de bateria no momento de dar partida no veículo

A falta de bateria no momento de dar partida significa que a bateria pode não estar aguentado a carga que está recebendo.

Assim outros sintomas podem ocorrer no veículo, tais como variações na luz do carro, e isso acontece porque a alimentação do sistema do carro está sendo mantida pelo alternador.

Para descartar ou confirmar este problema, é necessário fazer um teste de bateria.

Como descobrir defeito no alternador

Dica 3 – Dificuldades de funcionamento do motor de arranque ao dar partida

Se o motor de arranque tem girado com dificuldade no momento da partida, pode ser um sinal de que a bateria pode estar descarregada. O descarregamento da bateria pode acontecer por inúmeros fatores, entre eles, um problema no alternador.

Além disso, a vida útil da bateria pode ter acabado e, neste caso, a bateria deve ser substituída por outra.

Porém, se as luzes do veículo se acendem normalmente, e é possível notar o normal funcionamento de outros acessórios do veículo, o problema pode se encontra no motor de partida ou em algum fusível. Desta maneira, é preciso procurar um mecânico de confiança para que o trabalho seja realizado.

Dica 4 – A lâmpada do painel não apaga

Se você notou em seu veículo que lâmpada do painel não se apaga, isso pode ser sinal de que existe algum problema no alternador ou no regulador de voltagem do veículo.

Não somente estes elementos devem ser verificados, como também a correia de acessórios, pois esta faz ligação entre o alternador e o motor. Muitas vezes o problema está no fato de que este elemento pode estar rompido, com ele assim, o alternador não pode girar e não conseguirá carregar a bateria do veículo.

No caso da luz acender e apagar, pode ser haja apenas uma pequena falta de ajuste na correia, bastando fazer o reparo para que tudo volte ao normal.

Dica 5 – Bateria descarregada

A bateria pode descarregar por um descuido do próprio proprietário do carro, uma vez que ele pode esquecer o som, ar condicionado, ou lanternas do veículo ligados. Isso fará com que a bateria descarregue e o carro não possa dar partida.

Para que a bateria seja recarrega, um procedimento muito conhecido é utilizado: a chupeta. Sendo este o problema, ao realizar este procedimento o veículo voltará a dar partida normalmente.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *