O que é um Alternador? O que Fazer se Ele não Gera Energia?

Um alternador tem a função de transformar energia mecânica em energia elétrica, através de um processo a qual podemos chamar de indução eletromagnética. Este tipo de ação consiste na passagem da corrente elétrica pelo rotor, criando um campo magnético, sendo possível gerar movimento de elétrons, com corrente alternada.

Assim, quando após cada ciclo, existe um novo movimento. Os geradores então, criam correntes contínuas, que podem ser chamadas de dínamos, e assim, é capaz de fornecer correntes alternadas ao veículo. Em resumo, o alternado consegue transformar um tipo de energia em outro tipo de energia através de ciclos. Porém, quando essa peça demonstra algum defeito, é necessário que fiquemos atentos caso precise trocar algum componente interno ou ela por inteiro. Confira abaixo mais sobre o alternador, funcionamento e causas de defeito.

Sobre o alternador

O alternador não é utilizado apenas em veículo automotivos, mas também, em outros tipos de serviços, tais como em usinas hidrelétricas, gerando forças termoelétricas para que elas possam manter seu bom funcionamento. A descoberta do alternador é datada do século XIX, e vem ganhando adaptações desde então, proporcionando melhores condições de vida aos seres humanos.

Observamos que o alternador tem como principal função a de transformar a energia mecânica em energia elétrica em um veículo. Esse tipo de função se faz pela força eletromagnética. Porém, existem diferenças nestes procedimentos: a primeira delas, é a presença de um retificador e um regulador de tensão.

O retificador tem o objetivo de transformar uma corrente alternativa em contínua. Já o regulador tem tensão tem como objetivo fazer a manutenção da tensão dos circuitos. Isso significa que através deste sistema seja possível manter os limites suportados pela bateria a por outro sistema.

A importância do alternador dentro dos veículos automotivos se faz pelo fato de que através dela, os veículos possam funcionar de forma inversa ao funcionamento do motor de arranque, que se aciona apenas com ativação do motor de combustão e fica parado depois que realiza este processo.

Isto significa que a bateria pode ser carregada e fornecer energia para componentes tais como vidros elétricos, mesmo quando o carro está em funcionamento. Em carros mais antigos, um alternador precisava de uma carga de apenas 12 Volts para que pudesse alimentar corretamente o sistema de um carro.

Entretanto, com o surgimento de novos tecnologias tais como, sensores de estacionamento, bancos de aquecimento, GPS, sistemas de entretenimento, piloto automático, ar condicionado, deixa esse sistema muito sobrecarregado.

Os carros fabricados atualmente são produzidos com o dobro de voltagem para que possam dar conta de todo este sistema de maneira adequada. Sendo assim, o sistema de alternador evolui de acordo com a evolução automotiva.

Como identificar o mau funcionamento do alternador?

Para identificar o mau funcionamento do alternado é preciso que o motorista esteja atento a um pequeno detalhe: o painel. Muitas pessoas acreditam que o ícone da bateria no painel está relacionado somente ao funcionamento desta, porém, este é um grande equívoco. Na verdade, este item diz também a respeito como o alternador está funcionando.

Comumente, quando o carro apresenta um funcionamento adequado, a luz da bateria estará sempre apagada. Porém, no momento em que a luz acende neste ícone, é melhor ficar atento, pois pode significar que o alternador está inoperante.

Isso quer dizer que a energia produzida pela peça está sendo insuficiente para a carga do carro. Portanto, será necessária fazer uma manutenção do equipamento.

É importante sempre, ficar atento e saber identificar o que os ícones do painel mostram a você, muitas vezes, eles indicam que o carro está com um defeito que deve ser reparado de forma imediata. O caso acima é um destes exemplos, confie seu carro a um mecânico de confiança.

Para voce ter a certeza de como está o funcionamento do seu alternador, desligue o motor do seu carro. Encontre a peça no seu carro, abrindo o capô do seu carro. É uma peça pequena, de cerca de 20 centímetros, arredondada e parecendo uma pequena bateria. Verifique se a correia está firme, sem nenhuma avaria. Com um medidor de voltagem, faça a leitura. Ela deve ser definida para 20 Volts.

Ligue o motor e observe se a correia está funcionando bem, deslizando da forma correta. Caso ela esteja funcionando de forma irregular, significa que precisa ser trocada. Quando sor realizar esta vistoria mantenha roupas longe das peças, assim como joias, anéis, colares, etc. Confira um vídeo abaixo demonstrando como se faz a verificação.

 

 

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *