Como usar um Reboque? Qual marca escolher?

Muitas pessoas acreditam que o reboque não serve apenas para transportar coisas, mas também, como forma de evitar que colisões leves prejudiquem o para choques do carro. O que de fato acontece, porém, em casos de grandes colisões o estrago no veículo pode afetar toda a estrutura do carro pois o engate do reboque não foi feito para receber impactos.

Além disso, a utilização deste item pode causar incômodos em motoristas, pedestres e motociclistas tendo em vista que eles ocupam muito espaço nas ruas e podem ferir pessoas que tentam passar entre os carros quando estes estão estacionados.

Neste sentido, existe uma legislação que dita as regras específicas para a utilização de engate no carro. Consiste na Resolução 197 de 31 de julho de 2006, com uma alteração que culminou na Resolução 234 no ano seguinte.

Assim, somente automóveis com até 3500 kg podem utilizar este tipo de engate, porém, é preciso que no manual do veículo conste esta capacidade. O veículo para que possa usufruir do engate de reboque deve ter:

  • Um esfera maciça apropriada para o reboque;
  • Instalação elétrica para conexão para rebocado e rebocador;
  • O veículo não pode possuir pontas cortantes e instrumentos de iluminação;
  • O fabricante do engate deve ter registro no Inmetro;
  • Fabricantes e importadores devem informar ao Denatran quais dos seus veículos estão aptos para que possa fazer uso do engate.

O mau uso do engate pode gerar multa

engate de reboque

O reboque é popular, mas pode gerar multa

Para que um motorista possa fazer a utilização do engate, é preciso que ele tenha um motivo, caso contrário ele receberá um multa que resultará em 5 pontos na carteira, e registro de infração grave.

Tendo em vista essa realidade, é preciso analisar em quais casos a necessidade do engate se faz presente.

Marcas de engate de reboque

Como já foi dito aqui, as melhores marcas de engate de reboque são aquelas que utilizam o selo do Inmetro.

Cada marca de carro possui uma particularidade específica para que possa atender de maneira adequada os requisitos da lei.

Pensando nisso, o Inmetro disponibilizar uma lista de Empresas Fabricantes de Dispositivos de acoplamento mecânico onde é possível consultar os nomes das empresas que estão registrados bem como, quais tipos de engate cada uma produz.

Lembrando sempre que o engate deve ser adequado à marca e modelo do carro, de modo que o seu manual indique que é possível fazer a utilização do item.

As melhores marcas, são aquelas que respeitam as normas estabelecidas em lei e que estão presentes na lista do Inmetro, garantindo a segurança e eficiência do item no veículo cujo qual será acoplado.

Como escolher o reboque certo para o veículo

Se o carro está dentro dos limites de capacidade máxima do veículo, e atende todas as regras para o engate, então é hora de avaliar outras condições do acessório.

Primeiramente, o veículo deve respeitar esta capacidade máxima de tração, não devendo rebocar com pesos maiores dos quais estão indicados. Ao desrespeitar esta regra o motorista corre sério risco de danificar a estrutura de seu carro.

Além disso, é preciso saber como escolher o reboque que será utilizado no veículo.

A Resolução 14/1998 do Contran, determina em seu artigo 1º Inciso II que o reboque deverá conter em sua estrutura uma série de equipamentos considerados indispensáveis:

  • Para-choque traseiro;
  • Lanternas de posição traseiras;
  • Freios de estacionamento e de serviço;
  • Iluminação de placa traseira.

Os veículos que possuírem reboque de engate que não atendam a estes requisitos podem ser multados. E como é sabido, esta é uma infração grave gerando pena e multa.

Portanto, o motorista precisa estar atento a todas estas exigências para que possa desfrutar de todos benefícios que este item pode propiciar.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *