Injeção Common Rail – Como Funciona?

É muito importante que o consumo de combustível dos veículos seja feito de forma efetiva, para que tanto os donos destes quanto o meio ambiente sejam beneficiados. O menor consumo de combustível gera economia financeira para os donos dos veículos, e isto também afeta a emissão de gases prejudiciais à atmosfera, como o CO2, que é decrescida. Comumente, o combustível é distribuído para os cilindros por meio dos tubos de injeção, o que gera o recebimento do líquido com diferentes medidas de pressões. Porém, o sistema de injeção Common Rail funciona de forma diferente.

Common Rail, cuja a tradução é “tudo comum”, é um sistema de injeção que leva o combustível para os cilindros por meio de um único tubo, gerando uma alta pressão. Logo, como todos os cilindros recebem o combustível com uma só pressão, alta, o motor é beneficiado, gastando menos energia e combustível. Abaixo iremos falar mais sobre este sistema, confira.

Common Rail

O Common Rail é um sistema de injeção criado pela Fiat, na década de 90. Porém, logo depois a tecnologia foi patenteada pela Bosch, e se tornou muito eficaz devido à economia de energia e alta performance do motor que gera.

Primeiramente, é preciso entender como funciona o sistema de injeção de combustível tradicional. Nos veículos comuns, a injeção é composta por diversos tubos que levam o combustível para os cilindros. Assim, como o líquido é distribuído entre os canos, a pressão dele é menor quando chega aos cilindros.

Saiba como funciona o Commun Rail

O sistema injetor Common Rail possui apenas um bico para injetar o combustível.

O sistema de injeção Common Rail funciona de forma mais efetiva, tendo como principal objetivo que o combustível chegue com mais pressão nos cilindros. Para isso, o líquido é reunido em um único cano, para que não seja distribuído de forma dispersiva. Assim, devido ao aumento de pressão, o motor funciona de forma mais efetiva e com menos gasto de energia e combustível. Caso a pressão seja demais, o sistema de injeção possui uma válvula que leva o líquido de volta para o tanque.

Common Rail é instalado e usado em veículos com injeção eletrônica. Estes possuem um centro de controle que monitora e coleta todas as informações referentes a temperatura, pressão do tubo e pressão do pedal. Logo, a central comanda a liberação de combustível, evitando o desperdício, o que beneficia ainda mais a questão da economia.

Quais são as vantagens?

Como mencionamos, o Common Rail é um sistema de injeção que leva o combustível de forma mais rápida e efetiva aos cilindros, que estão dentro dos pistões. Eles estão responsáveis pela combustão do combustível, o que gera o funcionamento do veículo. Logo, consequentemente, o Common Rail também maximiza a combustão, o que beneficia o funcionamento do motor. O carro consegue realizar partidas a frio, por exemplo, devido à maior performance.

Como a combustão é potencializada, cada mililitro injetado de combustível é aproveitado da melhor forma. Assim, o combustível será usado de forma mais eficiente, ocasionando uma economia maior do líquido.

Esta questão da melhoria no consumo de combustível não causa apenas uma economia financeira, beneficiando o dono do veículo, mas também é vantajosa para o meio ambiente, pois são emitidos menos gases tóxicos na atmosfera.

Ademais, outra vantagem da utilização do Common Rail é a diminuição do ruído dentro do motor. Isso deve-se à constante de pressão, o que diminui os impactos gerados pela troca de pressão constante com mais de um cano levando combustíveis.

Quais carros utilizam e qual o preço?

Os carros que comumente utilizam o Common Rail são os que possuem motores a diesel, na Europa. Entretanto, este sistema de injeção pode ser usado em todos os veículos, dos mais comuns aos mais exportivos e de luxo.

Os bicos injetores do sistema podem ser adquiridos por uma média de R$ 650,00. Porém, podem ser encontradas peças mais baratas, que sofreram revisões, por até mesmo R$ 200,00.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *