Glossário de Preparação – O Que Significa os Termos Mais Usados?

Os apaixonados por carros comumente sempre estão procurando por opções de preparação e modificação de carros, para que possam melhorar os seus veículos ao máximo. Porém, como este mercado possui muitas inovações e constantemente surgem novos procedimentos e peças, os indivíduos podem encontrar termos com os quais não possuem intimidade.

Para que não sinta dificuldade em entender as palavras e identifica-las, as associando com algum tipo de preparação, elaboramos um glossário muito eficaz. Assim, sempre que tiver alguma dúvida, pode consultá-lo e entender sobre o que o termo se trata. Existem conceitos mais simples e populares, como os de turbinado, aspirado e supercharged, até os mais complexos, como piggyback, catback e remap. Confira abaixo este glossário.

Glossário de preparação

Aspirado: Um carro aspirado refere-se à aquele que aspira o ar. Ou seja, que o ar é aspirado pelo movimento que o pistão realiza, de descida, o que cria uma pressão menor que a atmosférica na câmera de combustão. Estes motores entregam potência e torque de forma linear, até a potência máxima, diferentemente dos motores turbinados.

Turbinado: Os motores turbinados utilizam o fluxo de gás eliminados pelo motor, para que este fluxo gire um eixo. Este eixo, na sua outra extremidade, possui uma hélice que comprime o ar atmosférico. Assim, este ar comprimido é direcionado para o motor por meio de canos e mangueiras. Isso faz com que o motor consuma menos combustível e alcance potências maiores, equivalente a um motor maior.

Conheça o glossário de um carro preparado.

Conheça o glossário de um carro preparado.

Supercharged: Os motores supercharged possuem supercompressores, que também podem ser chamados de superchargers ou blower. Eles são compressores de ar que forçam a entrada de ar nos cilindros do motor de combustão interna. Assim, coloca-se mais ar nos cilindros, e reduz o gasto de combustível e aumenta a eficácia do motor.

Downpipe: Nos veículo preparados, o downpipe é a tubulação que está após o turbocompressor, o que inclui o catalisador. Eles são dutos com melhor qualidade, material mais leve, desenho inovador e menos restritivos.

Catback: O termo catback se refere a tudo que está depois do catalisador, até o escape. É um conjunto de tubos, suportes e abafadores que são instalados para melhorar o fluxo de gases de escape. Isto aumenta o “ronco” do motor, que se diferencia do sistema original por ser mais esportivo.

Piggyback: piggyback é um dispositivo que engana o ECU do veículo, ou seja, a sua central de comando. Este módulo altera os sinais enviados para a central, tornando-se possível alterar tudo o que é relativo ao funcionamento do motor que é definido eletronicamente. Por exemplo, o ponto de ignição, deficiência do acelerador, pressão do turbo, dentre outras questões.

Remap: A primeira vista, o remap ou remapping, pode parecer um dispositivo semelhante ao piggyback. Porém, como o nome indica, este dispositivo é responsável por um remapeamento. Assim, ele altera de forma definitiva os parâmetros de funcionamento do motor e do módulo eletrônico. Enquanto isto, o piggyback apenas altera os sinais enviados para a central de comando.

Biturbo: Os motores biturbo estão presentes em alguns carros turbinados. Eles possuem dois turbo compressores, que podem ou não serem idênticos. Também, os turbo compressores podem ser diferentes, possuindo um menor e outro maior. Assim, o menor enche mais rápido e o maior só atinge a pressão de trabalho nas mais altas rotações.

Twin turbo: Os motores twin turbo, presente também nos carros turbinados, são necessariamente biturbo. Eles possuem dois turbo compressores idênticos.

Twin scroll: Os motores que possuem twin scroll possuem apenas um turbo compressor. Porém, este turbo é dividido em dois, na voluta do turbo compressor. Desta forma, aumenta-se a pressurização e reduz-se o lag.

Boost: boost é, de forma geral, a pressão de trabalho do sistema com turbo compressor ou superchager, que possuem indução forçada. Esta pressão é medida em bar, kPa ou em psi. Depende apenas se está inserido no sistema métrico ou sistema imperial.

Catch tank: Um catch tank é um tanque de combustível auxiliar, que possui como objetivo sempre manter cheio o tanque de combustível. Assim, evita-se que formem-se bolhas de ar no sistema, o que prejudica a alimentação do motor, podendo ocasionar falhas. O principal componente do catch back são as mangueiras, que levam o combustível de volta para o tanque principal.

 

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *