Carro Zero ou Seminovo: Qual Escolher?

Essa é uma dúvida muito frequente entre pessoas que resolvem investir na compra de um carro: qual vale mais a pena, zero km ou seminovo? Considerando a relação entre custo e benefício, qual será um melhor negócio?

Estes são questionamentos comuns pois o investimento para a compra de um carro é alto para a maioria das pessoas, consumindo parte considerável no orçamento pessoal, e não apenas com o valor da compra em si, mas também com nos demais custos, como IPVA, manutenção, revisões, e etc.

Por isso, antes de tomar uma decisão, é de extrema importância se considerar alguns fatores que podem acabar pesando mais a favor de um carro zero ou de um seminovo, de acordo com aquilo que você pretende para o seu novo carro.

De início, as vantagens de cada um são até de certa forma óbvias, pois no novo você sai da loja com todas as garantias da marca, e veículo que está sendo usado pela primeira vez, e nos seminovos você pode, pagando o mesmo preço, conseguir modelos melhores, com mais equipamentos, que em um zero ficariam muito caro.

Porém, não é tão simples assim avaliar qual será a melhor opção para você, lembrando que, acima de tudo, o que mais importa é sua satisfação, por isso dê prioridade aos seus sentimentos com relação ao veículo, mas sem abrir mão de tomar alguns cuidados para não se arrepender.

Diferença entre novo e seminovo

Novos-Seminovos

Alguns fatores podem te ajudar a decidir entre ou carro zero ou seminovo

Não há uma definição exata que diferenciar carros novos de seminovos, a não ser o fato óbvio de que os novos são aqueles que saem da loja zerinhos, sem nunca ter rodado. Geralmente, os seminovos são caracterizados como os veículos cuja rodagem não ultrapassou os 30 mil km, e que ainda estão dentro da garantia oferecida pelas marcar.

Preço

No quesito preço a vantagem é claramente dos seminovos, já que pagando o mesmo valor de um zero é possível conseguir modelos melhores, mais equipados e completos. Isso acontece porque um veículo zero com um pacote mais atrativo, pode acabar ficando muito mais caro do que um seminovo, com os mesmos equipamentos, mas que já foi usado.

Apenas por ter sido tirado da loja, um veículo, mesmo que ainda novo, já perde cerca de 15% do seu valor de mercado, e isso faz com que seja possível encontrar ótimos carros por preços mais em conta.

Equipamentos

Seguindo a mesma lógica, é possível encontrar modelos seminovos top de linha, com ar-condicionado digital, sistema de entretenimento, airbags para passageiros, controle de estabilidade, sistema de estacionamento, e mais uma infinidade de itens, por preços muito mais em conta do que encontraria em um zero.

Neste caso, optar por um carro zero km pode acabar fazendo com que você tenha que se contentar com um modelo mais básico, sem tantos equipamentos, o que poderia ser possível, pela mesma faixa de preço, em um seminovo.

Manutenção e Garantia

O maior trunfo dos carros novos, com relação aos seminovos, é a garantia oferecida de fábrica, que pode chegar a até 6 anos. Para um carro usado, essa garantia já pode ter sido perdida, o que aumenta o risco de que você tenha dores de cabeça com um possível problema.

Por isso, é necessária muita atenção na hora de comprar carros usados ou seminovos, principalmente com o estado do veículo, e seu valor de manutenção, para que a compra valha a pena. Além disso, recomenda-se que se priorize carros com até 80 mil km rodados, evitando carros que já tenham passado dos 100 mil km.

Desvalorização

Como já dito, um veículo já desvaloriza cerca de 15% apenas por sair da concessionária. Além disso, os três primeiros anos são o período em que os carros mais perdem valor de revenda, em média.

Isso faz com que possa ser uma boa comprar um carro seminovo dentro deste período, ou até mesmo com menos de um ano de uso, já que você pagará bem mais barato do que por um zero, com um veículo ainda relativamente novo.

Além disso, é sempre importante, antes de comprar qualquer veículo, considerar o valor de revenda, já que isso mostra o quanto determinado modelo é valorizado no mercado. Já mostramos quais os 10 carros com melhor índice de depreciação do Brasil em 2015. Clique aqui para ver.

Impostos e taxas

Outro ponto à favor dos seminovos está nas taxas e impostos pagos. A documentação para registrar um veículo novo pode chegar a até R$ 1.200, enquanto que a taxa para transferência costuma ficar a partir de R$ 122,05.

Além disso, o IPVA para veículos zero é maior, já que o imposto é calculado a partir do valor do veículo (até 4%, dependendo do Estado), e esse valor cai com o tempo.

Seguro

Por fim, temos o seguro. Esse item é mais equilibrado dependendo do tempo de uso do veículo, já que o preço para um seminovo com pouco tempo de uso não será tão diferente do que para um zero. Mas, conforme passam os anos, essa diferença aumenta, já que veículo novos tem seguro muito mais barato do que antigos, principalmente pelos custos de manutenção e riscos de defeito.

Por isso, em relação ao seguro, um carro zero leva vantagem. Lembrando sempre que mais fatores influenciam no valor final do seguro, como o perfil do motorista, por exemplo.

Enfim, no momento de se comprar um carro novo, e decidir se ele será zero ou seminovo, tenha em mente todos esses fatores, pensando todos juntamente com o seu desejo, para então tomar a melhor decisão.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *