Como Funciona o Aluguel de Carros?

O aluguel de carros pode ser uma ótima opção para quem vai viajar, seja para o trajeto ou para a cidade que visitará, para uso em ocasiões especiais ou até mesmo para uso durante o dia a dia, para quem não quer depender sempre de táxi ou transporte público, mas também não pode ou não tem interesse em arcar com custos de manutenção de um carro próprio.

Já falamos sobre situações em que pode ser vantajoso financeiramente alugar um veículo. Clique aqui, e leia mais.

Neste texto, traremos mais informações sobre o processo de alugar um veículo, como o que precisa ser feito, quais os requisitos e condições.

Requisitos mínimos

aluguel-carros

Veja o que é preciso para alugar um carro

Para alugar um carro, em geral as locadoras exigem que a pessoa tenha mais que 21 anos, apresente uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) original, válida a pelo menos dois anos e RG e CPF originais – estrangeiros podem alugar um veículo apresentando a carteira de habilitação de seu país e o passaporte original.

Além disso, exige-se que tenha um cartão de crédito de sua titularidade, dentro da validade, com limite disponível para débito da caução, e não podem haver nenhuma restrição financeira registrada no CPF.

Custos

O valor cobrado pelo aluguel depende do tipo de carro desejado, variando de acordo com o modelo, ano de fabricação, acessórios e itens disponíveis, potência e etc. Em São Paulo, os preços das diárias para os carros mais simples, como o Gol 1.0 ou similares, varia entre R$ 80 e R$ 100, aumentando de acordo com o tipo de veículo desejado. As diárias duram 24h horas, contadas a partir da hora em que o veículo é retirado da locadora.

Também é comum a cobrança de taxas e impostos à parte, que podem ser acrescidos ao valor da diária, com valores que variam de 5% a 10,9%. Além disso, há a cobrança de horas extras, quando quem alugou atrasa na devolução do automóvel. A tolerância geralmente é de 59 minutos, e a cada hora de atraso são acrescidos de 1/3 a 1/6 do valor total, dependendo da locadora.

Além das diárias, que normalmente contam com quilometragem livre, é possível também alugar com quilometragem controlada, na qual é pago um valor para a diária, e outro a mais para cada quilômetro percorrido.

O que está incluído neste valor?

Basicamente, o valor do aluguel inclui as diárias, com o valor para a quantidade de dias pelo qual o veículo ficará alugado, a quilometragem contratada, quando esta não for ilimitada, e o seguro parcial do veículo, com a cobrança da franquia no caso de sinistro.

O valor não inclui o combustível, que fica a cargo do motorista. Os carros são entregues com o tanque cheio, e o motorista deve reabastecer o veículo totalmente antes de devolver o veículo, ou então ele será abastecido na própria locadora, e esse valor será incluído no aluguel.

O preço por litro costuma ser bem mais em conta nos postos do que nas locadoras, por isso, quando alugar um carro, opte pela primeira opção.

Acessórios como GPS, cadeirinha de bebê, bebê conforto, entre outros, também não estão inclusos, mas podem pagos à parte.

Também pode ser cobrada uma taxa extra de lavagem, caso o veículo seja devolvido sujo, e este preço fica a cargo da locadora, de acordo com o estabelecido no contrato de locação.

Por fim, também tome cuidado com as multas, pois elas ficam à cargo do motorista, e não da locadora, que arquivará os dados cadastrais do condutor, e fará a cobrança em caso de infração.

Devolução em outra cidade

Outra possibilidade é a devolução do veículo em uma cidade diferente da onde ele é retirado, desde que a locadora possua lojas em ambas as localidades. Normalmente, são cobrados valores que variam entre R$ 1,20 e R$ 1,50, por quilômetro.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *