O que fazer se o motor do carro esquentar?

Quando um carro está em movimento vários componentes estão trabalhando para fazê-lo funcionar e continuar seguindo em frente. Entretanto, quando há um mau funcionamento de um desses fatores, existe a possibilidade de que o carro pare de funcionar ou apresente sintomas de que está na hora de procurar por um mecânico.

Um desses sinais é o superaquecimento do motor ou de parte da composição de um carro. Nunca se sabe ao certo o motivo, mas alguns aspectos podem apontar para um diagnóstico mais preciso.

Para saber o porquê de o seu carro estar esquentando, listamos um uma série de dicas para colocar em prática, caso o seu carro venha a esquentar. É importante saber o que fazer, para que você não se surpreenda com o episódio.

O que fazer se o carro esquentar?

Desligue o motor

O primeiro passo é parar o automóvel em um lugar seguro e desligar o motor. Não tente chegar em lugar nenhum com o motor neste estado, mesmo que seja urgente! Você poderá causar danos irreversíveis em seu veículo.

motor superaquecido

Isso porque, caso você ande com o motor superaquecido, você estará correndo o risco de seu motor fundir – ou seja, se perder por completo. Além disso, você pode provocar um incêndio, pois o motor pode começar a pegar fogo, e prejudicar, assim, a sua segurança do motorista e dos respectivos passageiros, além das pessoas ao seu redor.

Abra o capô

Agora que você conseguiu estacionar o carro, abra o capô do seu veículo. Mas com muito cuidado! Se estiver saindo fumaça do motor, espere o motor esfriar para abrir, caso contrário, você pode sofrer queimaduras com o calor do vapor.

Em hipótese alguma jogue água fria em nenhuma região do motor! Se você fizer isso, você estará provocando um choque térmico que pode resultar em grandes danos ao seu motor, fazendo com que o problema fique ainda pior.

Retire a tampa do radiador e verifique a água (CUIDADO!)

Agora, espere em torno de 40 minutos e, se seu carro já estiver resfriado, retire a tampa do radiador. Muito cuidado aqui! Em hipótese alguma retire a tampa do radiador com o motor ainda quente. Se você fizer isso, você sofrerá queimaduras graves que podem resultar na necessidade de um médico para se tratar. Você não quer isso, não é mesmo?

Depois de aberta a tampa, verifique o nível da água. Caso esteja muito baixa, adicione mais água e, nesse momento, verifique se não está acontecendo nenhum vazamento em nenhuma mangueira ou no próprio radiador. Se tudo parecer funcionando perfeitamente, coloque a tampa do radiador, feche o capô e ligue novamente o automóvel.

Se o carro voltar a funcionar perfeitamente, ótimo! Você pode seguir viagem e tem a opção por procurar um mecânico em um outro momento. Caso contrário, você deve procurar por ajuda especializada.

Chame ajuda especializada

Mesmo que o seu carro volte a funcionar normalmente, é recomendado que procure um mecânico o mais breve possível para que ele veja se o único problema era realmente a água do radiador.

Se a água não resolver o problema, chame um guincho e peça para levá-lo ao mecânico. O custo desse transporte irá depender do valor estipulado pela prestadora de serviço e pode variar muito da região em que estiver. No entanto, é responsabilidade do condutor remover o veículo da via, em caso de impossibilidade de locomoção, sendo assim, os custos também ficarão por conta do motorista.

Somente um especialista poderá indicar para alternativas que irão solucionar o problema, para que esse aquecimento não venha a acontecer novamente.

Gostou do artigo? Então fique em nossa página pois temos inúmeros outros artigos sobre o mundo dos carros. Até a próxima!

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *