Como Transferir um veículo no Detran MG

Depois de adquirir o veículo, você precisa transferi-lo para seu nome a fim de ter todos os documentos em dia. Suponto que a negociação foi feita, você sairá com o carro e o documento chamado Certificado de Registro de Veículo, mais conhecido como CRV, devidamente preenchido, assinado, datado e com reconhecimento de firma do antigo proprietário e do comprador. A partir daí, são 30 dias corridos para que você faça a transferência sem levar nenhuma multa (equivalente a 5 pontos na carteira e R$127,69).

Para quem está em Minas Gerais, o primeiro passo é visitar o site do Detran MG. Acesse www.detran.mg.gov.br e siga pelo menu Veículos, Transferências e clique em Transferências de Propriedade de Veículo (também poderá acessar esta página diretamente aqui). Feito isso, leia as informações na página que em resumo dizem sobre a obrigatoriedade da transferência e da necessidade de vistoria do veículo. Além disso, alerta para o caso de o veículo estar alienado, ele deverá contar no cadastro feito pelo agente financeiro no Sistema Nacional de Gravames (SNG).

Observado tudo isso, vamos ao preenchimento do formulário. Você precisará dele para transferir seu veículo.

Dados do Veículo

Os dados do veículo são fáceis de identificar, bastar estar com o CRV em mãos e inserir os dados:

  • Placa: * (A placa do veículo)
  • Chassi: * (O chassi se encontra no CRV, uma sequencia de números e letras)
  • Renavam: * (Uma sequencia de 11 dígitos)
  • Valor Recibo: * (O valor pago pelo carro, será preenchido no verso do CRV)
  • Data Aquisição: * (A data em que consta no preenchimento do CRV)
  • Número do CRV (O número do documento que consta no canto superior direito)
  • Data do Leilão: (Caso tenha advindo de um)
  • UF de Origem (O estado em que o carro estava registrado anteriormente)
Dados do Veiculo

Preencha esta parte do formulário com os dados do veículo.

Dados do Adquirente/Arrendatário

Em seguida, é preciso os Dados do Adquirente/Arrendatário, que nada mais é a pessoa quem comprou o carro (você mesmo, possivelmente):

  • Nome do Adquirente/Arrendatário (Seu nome completo)
  • CPF/CNPJ do Adq./Arrendatário (O documento de identificação, se pessoa física, CPF. Se pessoa jurídica, CNPJ)
  • Município do Emplacamento (Aqui será o município de sua residência)
  • CEP (Preencha o CEP e ele fará a busca pelo endereço)
  • Endereço (Preenchido automaticamente com o CEP correto)
  • Número (O número da casa)
  • Complemento (Se houver algum complemento como A, B, Casa, Apartamento etc)
  • Bairro (Também preenchido pelo CEP)
Dados do Adquirente Arrendatario

Aqui são os novos dados do veículo

Existe a possibilidade de adicionar um outro endereço para correspondências, caso o registro seja feito em endereço, mas você prefira receber as correspondências em outro local.

Dados do Proprietário Anterior e Motivo Judicial/Perdimento

Em seguida, adicione os dados do proprietário antigo do veículo, aquele de quem você adquiriu o carro, inserindo no campo Dados do Proprietário Anterior o CPF / CNPJ do Proprietário Anterior.

Indique também se há alguma questão judicial envolvida e se o veículo está financiado.

Modalidade de Financiamento e Dados do Veículo

Por fim, é preciso preencher alguns campos relacionados ao veículo, sobretudo, sobre as características do automóvel e das condições de aquisição. Veja:

  • Modalidade de Financiamento (Caso o veículo tenha sido financiado, é preciso escolher a melhor opção entre: Sem Financiamento, Reserva de Domínio ou Com Financiamento)
  • Categoria (Qual será o uso do veículo? Particular, Aluguel, Oficial etc)
  • Número de Cilindros (A quantidade de cilindros do carro – opcional)
  • Isento de IPVA (Se há isenção de IPVA)
  • Atividade (Ainda sobre o uso do veículo, se Particular, par auso próprio, Locadora, Taxi, Escolar e Coleção)
Modalidade de Financiamento

Informações sobre financiamento e características do veículo

Se desejar fazer alguma alteração no veículo, não deixe de especificar aqui. Caso o carro se mantenha como original clique em não. Após isso, só clicar em Próximo.

Confirmação do pré cadastro

Caso tenha alguma multa, por exemplo, você receberá uma mensagem do site e terá que atualizar a situação do veículo antes de prosseguir.

Se o veículo não tiver nenhum impedimento ou multa você deverá confirmar os dados de seu veículo e emitir a DAE para pagamento. Algumas outras informações são adicionadas à página, sendo que a principal delas é se o chassi foi remarcado ou não, algo que acontece em caso de batidas ou furto que fora devidamente autorizados pela autoridade de transito. Neste campo poderá haver a informação 1 ou 2, sendo que 1 equivale a Remarcado e 2 a Normal.

Agora basta clicar em “confirmar pré-cadastro emitindo o documento de cadastro e a dae”.

Precadastro DETRAN MG

Está é a última página antes da DAE. É preciso confirmar os dados do veículo

Feito isso, dois arquivos aparecerão na próxima tela. Basta imprimi-los e pagar a DAE antes de levar o carro para vistoria e a nova selagem de placa, caso necessário.

Comentários
  1. Héder
  2. Robson
  3. Camila Silva Barbosa
    • Flávio
  4. l.vitta257@gmail.com
    • Flávio
  5. Rodrigo
    • Flávio
  6. Enwer
  7. Daniel
    • Flávio
  8. Sheila
    • Flávio
  9. ROGERIO LUCIANO CARVALHO SILVA
    • Flávio
  10. Vitor Xavier
    • Flávio
  11. otavio evaristo
  12. eudes
    • Flávio
  13. SESI NEWTON ANTONIO DA SILVA PEREIRA
    • Flávio

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *