Passo a passo de como fazer a baliza

Quem nunca passou por problemas na hora de estacionar o carro em uma vaga muito apertada, por exemplo? Sejam novos motoristas ou até mesmo alguns mais experientes, todos já passaram por situações como essa.

Algo muito comum é que a maioria das pessoas acaba decorando os passos para realizar a baliza na autoescola, apenas para passar no teste do Detran, e depois esquece ou faz de qualquer jeito, improvisando e indo muito mais pelo “feeling”.

Porém, existem alguns métodos de baliza que, se você seguir passo-a-passo, dificilmente terá problemas na hora de estacionar o carro, mesmo para algumas vagas um pouco mais apertadas.

Primeiro método – “dois movimentos”

Baliza

Veja alguns métodos de como realizar a baliza.

  • Pare o carro ao lado do estacionado à frente da vaga na qual você deseja entrar, alinhando o eixo traseiro do seu carro com o para-choque do carro ao lado;
  • Ajuste o retrovisor que fica do lado da vaga de forma que você consiga ver o chão, para poder visualizar sem problemas a guia da calçada, e assim evitar raspar a roda;
  • Certifique-se de que não há pessoas ou veículos atrapalhando a manobra;
  • Vire totalmente o volante para o lado da vaga (vaga à direita, volante esterçado à direita, e vice-versa);
  • Engate a marcha a ré, e movimente o carro até que a roda traseira do lado da vaga se aproxime uns 20 cm da guia;
  • Agora vire completamente o volante para o lado contrário à vaga, ou seja, inverta o sentido do seu primeiro movimento;
  • Volte a movimentar o carro em marcha a ré até que ele se alinhe com a calçada;
  • Caso necessário, engate a primeira marcha e movimente o carro um pouco para frente, para acertar e deixar um espaço adequado entre o seu veículo e o estacionado atrás;

Segundo método – “três movimentos”

  • Pare o carro ao lado do estacionado à frente da vaga, alinhando o eixo traseiro do seu carro com o para-choque do carro ao lado;
  • Ajuste o retrovisor que fica do lado da vaga de forma que você consiga ver o chão, para poder visualizar sem problemas a guia da calçada, e assim evitar raspar a roda;
  • Vire totalmente o volante para o lado da vaga (vaga à direita, volante esterçado à direita, e vice-versa);
  • Engate a marcha a ré, e movimente o carro até que a traseira comece a “entrar” na vaga. Neste momento, o ângulo do seu carro em relação à calçada será de cerca de 30 graus;
  • Volte o volante para a posição inicial, ou seja, de modo que carro se movimente em linha reta;
  • Volte a dar ré, até que a roda traseira se aproxime em cerca de 20 cm da guia;
  • Agora vire completamente o volante para o lado contrário à vaga, ou seja, inverta o sentido do seu primeiro movimento;
  • Volte a movimentar o carro em marcha a ré até que ele se alinhe com a calçada;
  • Caso necessário, engate a primeira marcha e movimente o carro um pouco para frente, para acertar e deixar um espaço adequado entre o seu veículo e o estacionado atrás;

Outras dicas

Para ambos os métodos, lembre-se sempre de sinalizar com a seta antes de iniciar a manobra, e durante todo o processo, sempre observe os retrovisores com muita atenção, para evitar o contato com a guia ou o carro estacionado atrás.

A primeira forma é mais rápida, e facilita a manobra por serem apenas dois movimentos. Porém, o segundo método pode ser melhor quando existe menos espaço disponível, tanto na vaga quanto na rua, pois o carro ocupa um espaço menor durante a manobra.

Lembre-se sempre de se certificar que realmente existe espaço na vaga para o seu veículo. É importante destacar que não basta apenas o carro caber na vaga. Você precisará de pelo menos 30% a mais do seu tamanho para realizar todos os movimentos com segurança.

Tome também cuidado com motos estacionadas, pois elas podem entrar em pontos cegos do retrovisor durante a manobra, e também com pessoas que podem passar no local. Em carros do tipo sedan a traseira pode ficar oculta pelo retrovisor, então também é necessário um cuidado redobrado.

Faça sempre os movimentos com calma, verificando os retrovisores e sem se estressar em caso de dificuldades. O mais importante é o treino. Quanto mais balizas você fizer, melhor irá estacionar, independente de qual técnica você utilizar.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *