Como trocar as marchas “no tempo”?

Uma das maiores dificuldades dos motoristas que estão aprendendo a dirigir ou que são novatos no volante, com certeza, é o controle da embreagem. Para ter domínio da embreagem é preciso atenção e concentração! Mas e se eu disser que existe um jeito de dirigir sem precisar usar a embreagem? E realmente existe!

Antes de mais nada é preciso deixar claro que a primeira marcha nunca será engatada sem o auxílio da embreagem, pois o carro estará parado. Esta técnica apenas funciona com o carro em movimento!

Outro ponto importante é que essa técnica deve ser utilizada com muita cautela, pois se utilizada de maneira correta pode economizar combustível, porém, se for feita da maneira errada, as engrenagens do câmbio podem desgastar e você pode ter que trocá-las antes do esperado.

É essencial que seu carro tenha um conta-giros e que você saiba a relação de cada marcha. Para que o ensino fique mais simples adotarei a relação 4:1 para a primeira marcha e 2:1 para a segunda, dessa maneira, se dividirmos a primeira relação pela segunda, teremos uma razão de 2.

Feito isso, agora podemos começar o nosso raciocínio!

Como trocar marchas sem embreagem

Primeiro, ensinarei como subir de marchas, mais adiante faremos o movimento contrário.

Supondo que você esteja na primeira marcha e queira subir para a segunda. Para tanto, você irá acelerar o seu automóvel até que ele conserve a rotação. Se esta rotação for 5.ooo, você deverá dividi-la por 2, pois este é número da sua razão.

Portanto, você vai acelerar até 5.000, então irá tirar o pé do acelerador, desacelerando o automóvel até que ele chegue em 2.500 rotações, neste exato momento você fará a troca de marcha.

Entendeu? Este raciocínio serve para todas as marchas e para qualquer número de rotações.

Darei mais um exemplo, para que você possa entender bem. Agora você está na segunda marcha e quer subir para a terceira. Você acelera até 3.000 rotações, então você deverá desacelerar até 1.500 rotações e aumentar a marcha neste exato momento.

Para reduzir a marcha, o raciocínio é o mesmo, porém o processo é inverso.

marcha no tempo

Veja como passar o câmbio manual no tempo, sem embreagem.

Devo utilizar esta técnica?

Há muitas controvérsias sobre utilizar ou não este recurso. Uns dizem que é benéfico, pois economiza combustível e deixa o carro mais leve, sem aqueles pequenos “trancos”. Já outros dizem que é maléfico, pois pode não só desgastar como também danificar as engrenagens do câmbio de seu veículo.

Se você quer realmente usar essa técnica, tenha certeza de que você está executando-a de maneira correta. Vá para um lugar vazio e com bastante espaço, e treine até que você se sinta seguro antes de aderir o método ao seu dia a dia.

Cuidado ao errar demais, pois suas engrenagens podem realmente ficar danificadas. Lembre-se que o conhecimento das relações de cada marcha e um conta-giros são elementos essenciais para realizar a troca de marcha, sem o uso da embreagem.

Não se arrisque no trânsito sem antes dominar este técnica, pois o carro pode morrer subitamente, ocasionando um acidente.

Gostou do artigo? Então fique em nossa página pois temos inúmeros outros artigos sobre o mundo dos carros. Até a próxima!

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *