Qual é o melhor câmbio automatizado?

Você sabe o que é um câmbio automatizado? É muito parecido com um manual, mas difere do mesmo pelo fato de que a embreagem é acionada por atuadores hidráulicos, assim como a troca de marcha que acontece automaticamente. Dessa forma, o condutor não necessita fazer nada a não ser acelerar e frear e, claro, guiar o carro com o volante.

Na prática, o câmbio automatizado é bem parecido com os câmbios automáticos, mas existem diferenças entre eles. Hoje, iremos falar somente sobre estes automatizados especificamente.

Existem vários tipos de câmbios automatizados, feitos por empresas diferentes para cada uma das montadoras. Iremos falar sobre alguns deles, assim como seus prós e contras que equipam os carros mais vendidos das 4 grandes montadoras. Como já explicamos o funcionamento de câmbios automatizados, nos resta agora, apenas analisar o que a clientela acha de cada um desses câmbios. Vamos começar:

Volkswagen I-Motion

Sobre o I-Motion, é falado que a troca de marchas é bem suave, sem aqueles “trancos” que são famosos de carros automatizados. Esses trancos podem acontecer apenas em casos de aceleração ou frenagem muito brusca, pois a marcha tem que ser trocada rapidamente, caso você esteja andando de forma suave e contínua, a troca se torna mais fluida.

Equipa vários carros da Volks como Up, Polo, Fox e Spacefox, Gol, Voyage e mesmo a Saveiro.

Fiat Dualogic

Sobre o Dualogic, já é falado que esse tranco é perceptível em todas as trocas de marcha, ou seja, da primeira até a quinta. Neste câmbio, você pode andar das duas formas, manual e automática, e para cada uma das duas ainda há o modo esportivo.

Existe também o modelo chamado de Dualogic Plus, onde foram feitas algumas melhorias. Apesar de tudo isso, ainda ocorrem muitas reclamações sobre o câmbio, muitos clientes reclamaram que a troca de marchas não estava sendo feita corretamente, ou que o câmbio do veículo mudava para neutro e o carro morria.

Apareceu no Stillo e também outros carros da Fiat como o Idea, Bravo, Punto, Mobi e até mesmo carros caros como o Linea.

cambio manual e automatizado

Chevrolet Easytronic

Assim como seu concorrente, este também possibilita o uso de forma automática e de forma manual. Assim como todos os outros, ainda sente-se o famoso tranco nas mudanças de marcha, mas isso é algo adaptável. Algo que foi reclamado neste modelo, é a demora de resposta ao engatar a marcha ré, o que pode ser um pouco prejudicial quando se está com muita pressa para manobras rápidas.

Existe outra geração do Easytronic, que é chamada de Easytronic Gen II. Neste geração, algumas melhorias foram feitas, já que o tranco da troca das marchas se torna um pouco mais suave, entretanto, ainda é mais perceptível que os dois câmbios apresentados acima. Existe ainda uma nova versão, chamada de Easytronic 3.0.

Está disponível na Meriva e Agile. Muito do que é oferecido na geração mais nova já utiliza câmbio automático, como Onix e Prisma.

Ford PowerShift

Com toda certeza esse é o câmbio automatizado mais polêmico dos últimos tempos. É também o mais criticado entre todos os que apresentamos neste artigo. Várias reclamações foram feitas, como, demora de resposta na troca de marcha, perda da potência em subidas e até mesmo pane geral! Muitos destes problemas não foram resolvidos pelas concessionárias, fazendo com que as reclamações se agravassem ainda mais. A troca de câmbio demora meses para ser efetuada, pela falta peças, o que só piorou a situação.

No fim das contas, o câmbio da Ford foi se tornando cada vez menos popular por causa de sua má fama. O caso ficou tão fora de controle que a Ford sofreu um processo coletivo nos Estados Unidos, reunindo mais de cinco mil pessoas que não estavam nem um pouco contentes com seus câmbios automatizados.

O Power Shift equipa vários veículos da Ford, desde o pequeno Ka e Fiesta, até A EcoSport e mesmo o esportivo Focus.

Qual o melhor?

Após analisar todas as queixas, e algumas vezes elogios, concluímos que a melhor opção de câmbio automatizado atualmente é o I-Motion da Volkswagen. Por outro lado, você deve fugir do PowerShift, pois é o câmbio mais problemático de acordo com as pesquisas.

Gostou do artigo? Então fique em nossa página pois temos inúmeros outros artigos sobre o mundo dos carros. Até a próxima!

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *