É Possível Colocar Ar-Condicionado Em Carro Usado?

As altas temperaturas no verão brasileiro, lembrando que as médias têm subido em praticamente todas as nossas grandes cidades, além da insegurança de andar com os vidros abertos fizeram com que o ar-condicionado ganhasse muita importância no Brasil, nos últimos anos.

Porém, mesmo sendo considerado por muitos um equipamento essencial, pelo conforto de não dirigir como se estivesse em uma sauna, e a maior segurança de manter os vidros fechados em nossas cada vez mais inseguras cidades, muitos veículos ainda saem de fábrica sem ar-condicionado, com as concessionárias cobrando preços relativamente caros para carros novos que acrescentem o item.

De início, vale destacar que é muito melhor comprar o carro o equipamento de fábrica. Ele será muito mais eficiente, e não precisa nem falar que o veículo já construído considerando o item, o que faz com ele esteja totalmente preparado para isso. Porém, caso seu carro não tenha ar-condicionado, e você não esteja disposto a investir em um novo, é possível instalar o equipamento em seu veículo usado.

Instalação

kit-instalacao-ar-condicionado-automotivo

Kit de instalação de ar-condicionado automotivo.

Um levantamento feito pelo UOL Carros, em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, com oficinas especializadas que realizam o serviço, mostram que o custo de instalação de um ar-condicionado em um veículo que não possua o equipamento de fábrica fica entre R$ 2.000 e R$ 4.000, dependendo do modelo do carro, do tipo do ar-condicionado, e etc.

Ou seja, não fica muito mais caro do que optar pelo opcional com ar-condicionado no momento de comprar um veículo zero km. O equipamento é sempre original, igual aos usados pelas fabricantes, já que não existem “marcas paralelas” no mercado. Além disso, as lojas costumam oferecer um ano de garantia.

Dependendo do modelo do veículo, a instalação pode envolver retirar o painel frontal da cabine do veículo, adaptar condutores de ar e até mesmo instalar um novo radiador. Algumas oficinas, além da instalação, oferecem realizar a manutenção do equipamento, que fica mais vulnerável com o calor intenso.

Vale a pena?

Como já dito nesse texto, a melhor alternativa é sempre comprar um veículo que já venha com o ar-condicionado de fábrica. Em primeiro lugar porque a instalação, mesmo que realizada em oficinas de qualidade, altera a estrutura do veículo, que não estava inicialmente preparado para ter o equipamento. Algumas adaptações podem ser necessárias, inclusive com a troca do radiador, por exemplo.

Também ocorre um aumento no peso do carro, o que pode aumentar a chance de possíveis problemas futuros, além de poder afetar seu desempenho como um todo. Lembrando que, diferente de quando o equipamento vem instalado de fábrica, o veículo não está preparado para ter um ar-condicionado.

Além disso, o desempenho e a eficiência do ar-condicionado, quando instalado em um carro usado, tende a ser menor do que quando o veículo vem de fábrica com o equipamento. Além disso, a instalação também desvaloriza o veículo, por mexer em sua estrutura. Ou seja, você realiza um investimento relativamente grande no carro, e isso ainda faz com que o valor de revenda seja menor no futuro.

Tendo levantado todos esses pontos, fica claro que a melhor opção, para contar com um carro que tenha ar-condicionado, é comprar um veículo com o equipamento de fábrica. Porém, caso você já possua um carro que não possua o equipamento, queira muito um ar-condicionado, pelos motivos aqui já citados, e não possa ou queira investir em um novo automóvel, a instalação é possível, e se bem feita pode trazer bons resultados, mesmo não sendo o ideal.

Cabe a você pesar os prós e contras, e ver o que será melhor para sua situação atual.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *