Adesivos de carros: como personalizar seu veículo?

Uma moda cada vez mais presente entre os apaixonados por automóveis, que também tem sido cada vez mais comum no Brasil, é o envelopamento de carros. Muito comum entre os adeptos do tuning, com a colocação dos adesivos automotivos, além de ajudar a proteger o a pintura do veículo, você pode personalizar o seu veículo, tornando-o único, sem igual.

Seu carro pode ser fosco, brilhante, supercolorido e até mesmo mutante. Praticamente não há limitações, deixando seu veículo com a marca da sua personalidade, com um visual que define seu estilo.

Além disso, há também a adesivação de veículos corporativos, que tem as marcas e logos da empresa estampados, como forma de identificação, e que também representam um grande segmento do mercado.

Seja por estilo, por querer um carro diferente e único, só seu, ou mesmo por motivos comerciais, o mercado do envelopamento de veículo está em grande crescimento, e por isso separamos algumas dicas básicas sobre a colocação de adesivos em carros.

 

Adesivo Carro

Os adesivos são ótima opção para quem personalizar o veículo

Tipos

Existem alguns tipos de películas adesivas (vinil), que são utilizadas no mercado para o envelopamento de carros. Entre algumas das mais viáveis, temos as feitas com filme de PVC, sendo de dois tipos: o Calandrado, mais espesso e utilizado em superfícies planas ou com curvas simples; e o Cast, mais fino, que pode ser aplicado em todos os tipos de superfícies, sejam planas, curva simples e compostas, altos e baixos relevos e etc.

Para os adesivos, também existem dois tipos principais: um sensível à pressão, com muito poder de aderência, utilizado principalmente para superfícies planas e curvas simples; e um ativado por pressão, com poder de adesão menor, sendo recomendado para todos os tipos de superfície, por ser mais fácil de lidar e aplicar. Para o primeiro recomenda-se um método de aplicação úmida, e para o segundo a aplicação a seco.

Tipos de imagem

Não há muitas limitações para as imagens que podem ser colocadas nos adesivos automotivos. Há uma série de películas coloridas, com diferentes texturas e brilhos. Aí, vai mais do gosto de quem vai personalizar o veículo, escolhendo àquela que mais se adequar ao seu estilo.

Também é possível imprimir imagens por meio de impressoras digitais, em películas brancas, personalizando ainda mais o seu veículo.

Tipo de superfície

Os adesivos automotivos contemplam superfícies bem irregulares, com curvas complexas, sem problemas. Dependendo do local da carroceria onde será aplicado, necessitará de certa habilidade de quem for aplicar, por isso, muito cuidado.

Também é importante checar a adesão da pintura em toda a extensão da lataria. Caso não esteja adequada, não comece realiza o processo, pois poderá danificar a pintura do veículo. Em caso de aplicação diretamente no metal, sem pintura, certifique-se de que não há oxidação.

Limpeza da superfície

Limpe bem e com muita atenção a superfície, antes da aplicação do adesivo. Qualquer elemento presente no local pode diminuir a ancoragem do adesivo, diminuindo a aderência. Por isso, muito cuidado com graxa, gorduram, óleo, poeira, areia, fiapo de panos e diversos outros tipos de sujeira que possam estar presente na carroceria do veículo.

Uma dica importante é começar a aplicação logo após a limpeza, sem esperar muito, para correr menos riscos de que qualquer sujeira atrapalhe o processo.

Aplicação

O melhor é a aplicação a seco, principalmente para superfícies complexas, com relevos e curvas, como os carros. Com o método úmido, podem sobrar vestígios de água entre o adesivo e a superfície, formando bolhas.

Para a aplicação, serão utilizadas algumas ferramentas, da seguinte maneira:

  • Fita crepe: será utilizada para posicionar o adesivo. Imãs também podem ser usados no posicionamento, sendo bastante úteis nesta etapa.
  • Espátula: Use para aplicar o vinil. Uma boa dica é a proteção da espátula, para evitar riscos na imagem e na lataria do veículo.
  • Estilete e lâmina: Os dois deverão ser utilizados para refilar a imagem. Deixe o corte da lâmina afiado, para evitar riscos na superfície do veículo.
  • Furador de bolhas: para remover as bolhas deixadas na aplicação, utilize algo que possa perfurar o vinil, se causar cortes. Agulhas podem ser utilizadas, e cuidado, porque o estilete não é uma boa ideia.
  • Soprador térmico: Por fim, você pode usar um soprador térmico para moldar o vinil adesivo nas curvas mais complexas.

Este basicamente é o processo para envelopamento de veículos. Existem diversas empresas especializadas nesse tipo de serviço, e fazendo com profissionais a garantia de um melhor resultado é maior. Mas lembre-se sempre de pesquisar bastante e somente ir em lugares de confiança.

Por fim, vale lembrar que existem removedores de adesivos no mercado, que retiram colas deixadas por outras películas e adesivos. Se bem aplicados, os adesivos automotivos não prejudicarão a pintura original do veículo.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *